A Presidente da Federação Espírita do Estado de Sergipe, Glicenita Santiago de Lima, cumpre o dever de comunicar a todos, em especial à família espírita sergipana e aos espíritas do país, do passamento para o outro lado da vida de nosso ex-presidente Rosevaldo, que dirigiu a nossa Casa Mater de 09 de janeiro de 2011 a 12 de janeiro de 2014.

Internado que estava no Hospital Primavera há dias para tratamento de sua saúde física e no dia 14 de janeiro às 7 horas da manhã veio a óbito, debalde foram os esforços médicos. Deixando para trás uma enorme folha de bons serviços prestados ao Exército Brasileiro, era Capitão músico reformado, tendo servido em Aracaju no 28º BC e também em outros locais do Norte e Centro Oeste brasileiro.

Como espírita, deixa uma enorme lacuna difícil de ser preenchida, pois tinha o dom da palavra que fluia facilmente, envolvendo a todos numa vibração de paz e serenidade. Muito requisitado para proferir palestras em todo Estado e nos vizinhos Bahia e Alagoas. A sua agenda vivia lotada.Tendo frequentado durante o seu mandato as reuniões do CFN-Conselho Federativo Nacional da FEB-Federação Espírita Brasileira como muita dedicação.

Externamos os nossos sentimentos à sua esposa Claudina, aos filhos do primeiro casamento e demais familiares, votos de conformação porque segundo Emmanuel: “Nunca é demais referir-nos ao imperativo da conformação e da serenidade que se deve manter na Terra, em apoio daqueles que te precederam ao fenômeno da morte”. Bem sabemos que mais dias ou menos dias estaremos partindo, afinal estamos aqui de passagem.

Receba estimado irmão de todos nós, votos de um regresso em paz e a certeza de que você foi e continuará sendo amado e querido. Tenha um despertar com muita paz, muito amor, muita harmonia e o desejo de que continue trabalhando como sempre na seara do Senhor Jesus. Que Deus o ilumine e abençoe nas suas novas tarefas. Siga em paz!