Ao raiar das novas provas
Usemos as armas corretas
Sejamos luzes transparentes
Não nos percamos na reta
Que o desejo da felicidade
Real, eterna, completa
Inspire-nos a prática do bem
Sem registrar quando ou quem
Fazendo do amar meta

Que só o amor seja o foco
E a paz o nosso desafio
Onde a nossa disposição
Não nos permita desvio
E nos torne conscientes
Que o céu e o inferno da gente
Está pra nós a um fio
Aguardando o nosso aval
Pra torna-se quente ou frio

Euvaldo Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *