É o exercício constante
Na luta da aceitação
É o sair de nós mesmos
Da nossa convicção
Para em nome da paz
Aceitar o que se faz
Na lei da destruição

É o sim, sim, Não, não,
A dinâmica do dia-a-dia
É admitir no hoje
O que antes não podia
É o ver na Dor a Luz
É o espelhasse em Jesus
Por fé e sabedoria

É encontrar alegria
Força e motivação
Pra diante do infortúnio
Ter indulgencia, perdão
Lembrando que os aflitos
Em algum momento bendito
Fracassou na plantação

É crer na reencarnação
Sem refletir em poço raso
É esperar as quitações
Sem determinar seus prazos
É encher-se de convicções
Que as penas ou lições
Jamais ocorre por acaso

Euvaldo Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *